Marcos Papa
Partido: Rede Sustentabilidade
Profissão: Executivo Comercial
Naturalidade: Ribeirão Preto - SP
Gabinete: 22
Telefone: (16) 3607-4008
Email: marcospapa@marcospapa.com.br
 Consultar Remuneração

História

Marcos Papa, 50 anos, nascido em Ribeirão Preto, é Bacharel em Direito e está em seu segundo mandato.  Um dos vereadores mais atuantes entre 2013/2016, foi reeleito em 2016, com 7.124 votos. Pretende continuar sua atuação no Parlamento com plena independência, propondo ações efetivas em favor do desenvolvimento de Ribeirão Preto como cidade sustentável e criativa. Sua atuação parlamentar tem sido marcada por seu comprometimento com a democracia participativa, com a ética e a transparência na política. Líder RAPS - Rede de Ação Política pela Sustentabilidade, - e atuante em questões de proteção pelo meio ambiente, recebeu o reconhecimento do Gaema (Grupo de Atuação Especial do Meio Ambiente) por seu trabalho em defesa das áreas de recarga e afloramento do Aquífero Guarani. 


Quando Gerente Executivo FIPASE - Fundação Instituto Polo Avançado da Saúde de Ribeirão Preto, estruturou o convênio entre USP, Estado e Prefeitura, com o apoio da FINEP, do MCT e da FAPESP para a construção do SUPERA Parque de Inovação e Tecnologia, e liderou a implantação do MEI - Micro Empreendedor Individual - em parceria com o SEBRAE, ACI, SINCOVARP e Casa do Contabilista. Palestrante da doutrina espírita, foi presidente da Unificação Kardecista de Ribeirão Preto e membro do conselho deliberativo da Casa do Vovô. Formado em Direito, pela Universidade de Ribeirão Preto, trabalhou como gerente comercial da Duracell e da Gillette do Brasil.


Em sua atuação parlamentar, pode-se destacar:
É autor da proposta que alterou a Lei Orgânica do Município (Emenda à Lei Orgânica nº 01 - 26/04/13) proibindo o Prefeito de convocar os vereadores para votações entre Natal e Ano Novo, quando a população não está tão atenta, salvo se decretado estado de calamidade pública; autor da lei (Lei Ordinária 12996 - 14/06/13) que obriga a Prefeitura a divulgar, a partir dos códigos do SUS, as posições das pessoas nas filas de espera de consultas com especialistas, cirurgias e procedimentos especiais; reuniu a sociedade contra as irregularidades no edital da PPP do Lixo e também contra o abandono do Complexo da Lagoa do Saibro; foi relator da CPI do Transporte e deu continuidade às investigações e ações sobre os descumprimentos contratuais pela concessionária, com envolvimento do Procon, Tribunal de Contas e Ministério Público para garantir transporte público de qualidade; retirou o Esporte e a Cultura da linha de corte obrigatória do orçamento; fortaleceu os movimentos locais por mais ciclovias e parques na cidade; regulamentou o tratamento de pessoas trans pelo nome social nos órgãos municipais (Lei Ordinária 13254 - 21/05/14); autor da Lei do Pacto pela Humanização do Parto em Ribeirão Preto (Lei Ordinária 13082 - 10/09/13). É presidente da CPI do Daerp, que investiga irregularidades no contrato do Daerp com a empresa Aegea - um dos alvos da Operação Sevandija, realizada pela Polícia Federal e Gaeco.


Fale com o(a) vereador(a)